Sobre a Medicina Chinesa

Armando Rola Pata

Medicina Tradicional Chinesa (MTC)

É o nome usualmente dado a um conjunto de técnicas de medicina tradicional originárias na China, que foram desenvolvidas ao longo dos milhares de anos. De acordo com a OMS (Organização Mundial da Saúde), é um método de tratamento complementar para múltiplas doenças. Foi também declarada Património Cultural Intangível da Humanidade pela UNESCO (United Nations Educational, Scientific and Cultural Organization). Em Portugal, é uma das Terapêuticas Não Convencionais (TNC), reguladas por Lei.

A abordagem da MTC ao corpo humano é comparável ao olhar sobre um sistema de irrigação – já que, o corpo, em média tem 60% de água – com canais principais e afluentes; com poços, nascentes e riachos, rios e até mares; com um intrincado sistema de comportas, que tanto nos permite inundar zonas secas, como escoar zonas alagadas, assim, estamos a ver o corpo através das “lentes” da Medicina Chinesa. É por estes canais, ou meridianos, que circulam Qi, Sangue (Xue) e Líquidos Orgânicos (JinYe), e a doença ocorre quando essa circulação se torna patológica.

O nosso organismo procura naturalmente o equilíbrio através das suas capacidades de auto cura e a MTC potencia essas capacidades, ao focar os seus cuidados numa visão holística, centrada na existência de bem-estar e não apenas na ausência de doença, e na qual, a pessoa, como ser único e em interação constante com tudo, requer um cuidado personalizado e integrado.

A MTC não se limita à Acupunctura – com a inserção de finíssimas agulhas em locais determinados. Ela inclui, como recursos terapêuticos utilizados tanto para o tratamento, como para a manutenção da saúde, a Fitoterapia terapêutica à base de plantas e minerais; a massagem terapêutica TuiNa – uma espécie de fisioterapia chinesa; a Dietética – com os alimentos como nossos remédios; e as práticas de TaiJi e QiGong – exercícios físicos de respiração, concentração e movimento.

Construa no presente a sua saúde e futuro bem-estar!

Acupunctura (e Moxabustão)

A Acupunctura consiste na inserção de agulhas muito finas (devidamente esterilizadas, embaladas e descartáveis), em determinados pontos do corpo: os Pontos de Acupunctura. Apesar da introdução das agulhas ser praticamente indolor, é possível por vezes, sentir uma picada muito ligeira.

A seguir ao tratamento, pode ocorrer um agravamento ligeiro e passageiro dos sintomas sendo considerado um sinal de boa resposta, a que se segue, geralmente, uma melhoria significativa. É também muitas vezes referida, uma sonolência durante e após o tratamento.

É muito segura e as complicações graves são muito raras (menos de 1 em cada 10 000 tratamentos). As complicações mais comuns, quando ocorrem, são uma pequena hemorragia ou equimose (nódoa negra) no local onde foram introduzidas as agulhas.

No Ocidente, a Acupunctura é procurada principalmente para o alívio da dor e o controlo emocional (depressão, ansiedade, stress). No entanto, devido ao seu sucesso terapêutico, têm-se desenvolvido estudos exaustivos, desde 1979, em hospitais e universidades do Ocidente que confirmam óptimos resultados em mais de 140 patologias.

A Moxabustão segue os princípios da Acupunctura, no entanto a estimulação dos pontos e dos canais (ou meridianos) é promovida pelo aquecimento ao aproximar a moxa da pele. A moxa, em forma de bastão, cone ou “bagos de arroz”, é a planta herbácea artemísia (Artemisia sinensis ou Artemisia vulgaris), seca e em brasa.

Por vezes, aplica-se a Acupunctura e a Moxabustão em simultâneo.

Fitoterapia

A Fitoterapia Chinesa consiste na administração, via oral ou cutânea, de compostos fitoterápicos. Embora estes sejam essencialmente constituídos por plantas, esta forma de tratamento também utiliza ingredientes de origem mineral ou animal.

Os diversos ingredientes que compõem cada receita, ou fórmula, são combinados em proporções que maximizam os efeitos desejados e inibem possíveis efeitos colaterais. O conhecimento destas combinações e proporções, é fruto da experimentação empírica de milhares de anos e de recentes pesquisas.

As fórmulas podem ser apresentadas sobre a forma de comprimidos, pilulas, cápsulas, gotas e óleos.

A recente investigação sobre a Artemisia, de ampla utilização na MTC, resultou na atribuição do Prêmio Nobel de Medicina (2015) a Tu Youyou, pela sua pesquisa sobre efeito da artemisinina no tratamento da malária.

Desde a antiguidade que a matéria médica chinesa está categorizada em três níveis:

Superior – que aprimora a saúde e o espírito;

Médio – com efeitos medicinais sobre o corpo;

Inferior – de ação drástica, que inclui substâncias que podem ser tóxicas conforme a dosagem.

Dietética

A par da Nutrição Ocidental, a Dietética, Nutrição ou Terapia Alimentar Chinesa, procura o equilíbrio e o bem-estar em cada pessoa, pela adequação dos alimentos a consumir.

Muito à imagem da célebre frase Hipócrates: “Que o teu alimento seja o teu medicamento”, na qual está resumido o papel fundamental que a alimentação desempenha na saúde e no especial cuidado que devemos ter com o que comemos, e em que quantidades.

A Dietética Chinesa classifica ainda os alimentos segundo o seu sabor: picante, doce, amargo, salgado e ácido; e a sua natureza: quente, morna, neutra, fresca e fria.

Massagem TuiNa

É uma massagem terapêutica que assenta, principalmente, na estimulação dos pontos, dos canais e de outras partes do corpo, para corrigir o desequilíbrio fisiológico e alcançar o bem-estar.

É frequentemente utilizada em conjunto com outras ferramentas terapêuticas da Medicina Tradicional Chinesa e os seus métodos incluem o uso de técnicas manuais, técnicas de pressão e deslizamento, e técnicas manipulativas para afeções músculo-esqueléticas e ligamentares.

TaiJi Quan e QiGong

Tratam-se de actividades com raízes na China antiga e de um comprovado efeito terapêutico, que incluem exercícios integrados para o corpo, a mente e o espírito.

São caracterizados pelos seus movimentos suaves, fluidos e descontraídos. Podendo estas práticas ser realizadas por qualquer faixa etária ou condição de saúde.

Partilhe este artigo com quem possa beneficiar desta informação. Se precisar deixe-nos uma mensagem, estamos cá para ajudar neste momento desafiante da sua vida. Para mais informações contacte-nos.